Você sabe o que é lucro presumido? Confira tudo desse regime tributário!

Conteúdos da Óbvia

Toda empresa, independentemente do seu porte ou do segmento em que atue, precisa arcar com a responsabilidade de pagar impostos. Mas esses tributos serão cobrados de acordo com o regime tributário do qual o seu negócio fizer parte. Por isso, hoje vamos falar sobre o que é lucro presumido, qual requisito para se encaixar no regime, valor dos impostos, vantagens, desvantagens e muito mais! Para acompanhar, é só continuar a leitura!

O que é lucro presumido?

O lucro presumido é um regime tributário para pequenas e médias empresas. Ele leva esse nome, uma vez que a base de cálculo para o impostos que serão pagos é feita em cima de uma estimativa de lucro do negócio. Assim, a apuração de impostos desse regime é simplificada e definida pelo Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL). Segundo a atividade da empresa, existem as alíquotas de presunção  definidas em lei, e essa porcentagem pode variar entre 1,6% e 32% do faturamento. Depois do Simples Nacional, o lucro presumido é um dos regimes brasileiros com mais empresas enquadradas,.Isso porque ele gera menos obrigações que o lucro real, sendo mais simples e vantajoso ao empreendedor.

Quais são os requisitos para aderir a esse regime tributário?

Para se enquadrar no regime tributário do lucro presumido, uma empresa precisa faturar até R$ 78 milhões no ano. Os principais ramos de atividade do regime são:
  • Atividade rural
  • Serviços hospitalares
  • Transporte de cargas
  • Construção civil
  • Profissionais liberais: dentistas, médicos, contadores, advogados, engenheiros, etc.

Quais são os impostos pagos pelo lucro presumido?

No regime do lucro presumido, o empreendedor terá impostos mensais e trimestrais a pagar; por isso, é necessário ficar atento às datas para não esquecer de nenhuma obrigação. Confira agora quais são essas taxas:

Impostos mensais

Impostos que serão calculados e cobrados todos os meses, de acordo com o faturamento da empresa.
  • Impostos sobre serviços (ISS): de 2,5% a 5%, e variam de acordo com o serviço prestado e com a cidade onde está sediada a empresa prestadora do serviço.
  • Programa de Integração Social (PIS): 0, 65%
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS): 3%

Impostos trimestrais

Já os impostos trimestrais, calculados a cada três meses, vão ser cobrados sobre a presunção de lucro e em conformidade  com a atividade exercida pela empresa. Os percentuais para cada tipo de impostos e atividades são:

Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) 

Incidência de 1,6%:
  • Revenda de combustível e gás natural
Incidência de 8%
  • Transporte de cargas
  • Vendas
  • Serviços hospitalares
  • Atividades imobiliárias, dentre outras
Incidência de 16%
  • Transportes sem ser de carga e serviços em geral
Incidência de 32%
  • Consultoria
  • Construção civil
  • Serviços profissionais com exigência de formação acadêmica ou técnica
  • Serviços em geral, entre outros

Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL)

Incidência de 12%
  • Transporte
  • Indústria
  • Comércio
  • Serviços hospitalares
Incidência de 32%
  • Administração
  • Prestação de serviços em geral, exceto transporte e hospitalares
  • Intermediação de negócios, dentre outros

Qual a diferença entre Lucro Presumido e Simples Nacional?

Agora que você entendeu mais sobre o que é o Lucro Presumido, vamos te mostrar as principais diferenças entre esse regime e o Simples Nacional. Assim, você consegue decidir qual é o melhor para a sua empresa.

Faturamento

A principal diferença entre Lucro Presumido e Simples Nacional é o limite de faturamento. Enquanto o primeiro valor é de R$ 78 milhões, o segundo já é menor tendo como quantia máxima R$ 4,8 milhões.

Recolhimento de tributos

O recolhimento de tributos é uma outra diferença entre os dois regimes. No Simples Nacional a empresa irá pagar oito impostos em uma única guia. No Lucro Presumido, uma porcentagem será cobrada em cima da receita bruta da empresa, podendo variar de 1,6% a 32% de acordo com a atividade exercida.

Valores pagos

A terceira diferença entre os dois regimes tributários são os valores pagos. No Simples, as quantias tendem a ser menores, dependendo do tamanho do negócio e da atividade que exerce e também pela junção dos impostos. No Lucro Presumido a empresa pode ter prejuízos quando o lucro gerado é menor do que o calculado. Sendo assim, os impostos a serem pagos serão maiores, podendo trazer prejuízos para o negócio. Dessa forma, é importante analisar com calma cada um dos regimes para fazer a escolha certa para a sua empresa!

E qual a diferença entre Lucro Presumido e Lucro Real?

Como o próprio nome diz, a principal diferença entre os regimes tributários é que, no lucro real, você precisa declarar o valor exato de lucro da sua empresa, ao passo que, no lucro presumido, é só uma presunção desse valor. Em relação ao lucro real, os tributos vão variar, aumentar ou diminuir segundo o valor gerado, ou seja, não serão impostos fixos, o que pode complicar um pouco na hora de pagar e na prestação de contas; por essa razão, muitas empresas acabam optando pelo regime de lucro presumido.  Essa escolha, porém, também pode não ser vantajosa, dependendo de como foi o desempenho da sua empresa: se o seu negócio lucra acima da presunção, essa é uma boa opção; se não, o melhor pode ser seguir com o lucro real, por exemplo. Por isso, é necessário muito planejamento e estudo para saber qual é o melhor regime tributário para o seu negócio. Para saber mais sobre regimes tributários e qual é o certo para a sua empresa, é só assistir o vídeo que separamos para você:
 

Quais são as vantagens e as desvantagens do lucro presumido?

Agora que você já tem informações sobre o regime tributário, vamos mostrar quais são as vantagens e as desvantagens de aderir ao lucro presumido. Confira:

Vantagens 

    • Comparado com outros regimes, o lucro presumido tem menos obrigações acessórias.
    • As alíquotas para esse regime são mais baixas.
    • A realização dos cálculos é feita de forma mais simples.
    • Se a empresa lucrar mais do que a presunção, você consegue economizar nos impostos.
    • O imposto poderá ser pago por regime de caixa.

Desvantagens 

  • Se o lucro da empresa for menor que a presunção, o empreendedor terá de pagar impostos a mais.
  • Não é possível abater créditos do PIS e do COFINS.
  • A margem de presunção para prestadores de serviços é muito alta.
Essas foram as principais informações sobre o que é lucro presumido. Esperamos que você tenha entendido tudo a respeito do regime tributário, quais são as vantagens e as desvantagens da modalidade para a sua empresa. Quer ter acesso a mais conteúdos gratuitos como esse? É só acompanhar o nosso blog.

 

Baixe nosso aplicativo

É por meio dele que te ajudaremos em todos os passos da sua jornada empreendedora!

Quer abrir sua empresa?

Conheça o nosso passo a passo para abrir sua empresa! Sua jornada empreendedora será acompanhada desde o primeiro passo!

Precisa de contabilidade?

Um time de contadores especialistas dedicados a ajudar e orientar em toda sua gestão financeira! Saiba como contratar a Óbvia!

Envie sua mensagem!
Dúvidas? Envie uma mensagem!