O que é Balanço Patrimonial?

Conteúdos da Óbvia

Entenda o que é Balanço Patrimonial e como utilizar essa ferramenta estrategicamente!   Quer entender melhor o que significa Balanço Patrimonial? Pois saiba que essa ferramenta de gestão ajuda empresas de todos os tamanhos a tomar decisões mais assertivas, além de dar apoio à administração financeira. Essa demonstração contábil permite analisar ainda o patrimônio da empresa, de forma qualitativa e quantitativa, durante um determinado período.  A seguir, explicaremos melhor como funciona esse detalhamento contábil e para que ele serve. Vamos lá? Acompanhe!

O que é Balanço Patrimonial?

O Balanço Patrimonial estabelece um ponto de equilíbrio entre o que a empresa tem e o que ela deve. Um conceito relativamente simples, certo? Obrigações fiscais, pagamentos de funcionários e débitos com fornecedores são as dívidas mais comuns das empresas de pequeno e médio portes.  Para garantir que o negócio não opere no vermelho e acabe tendo de fechar as portas, é preciso ficar de olho nessas obrigações financeiras. Caso a situação já esteja difícil, pode ser necessário vender alguns bens, a fim de quitar dívidas e sanear as contas da empresa. Vale ressaltar que todos os bens que compõem o patrimônio de uma empresa entram no Balanço Patrimonial, e não só o lucro obtido no período analisado. Ou seja, esse demonstrativo é muito mais completo que o fluxo de caixa, já que este último não engloba todas as posses em nome da empresa.  Isso significa que o Balanço Patrimonial oferece uma visão real da situação financeira do negócio.

Qual a importância do Balanço Patrimonial?

No fim de cada exercício social, empresas de diferentes portes devem fazer o Balanço Patrimonial. Por outro lado, os negócios do Simples Nacional só têm de elaborar esse documento caso queiram participar de licitações públicas. No entanto, até mesmo os pequenos empresários podem usar esse documento para descobrir como anda a situação financeira do negócio e assim gerenciá-lo melhor.  Pode-se dizer, resumidamente, que o Balanço Patrimonial fornece um retrato da contabilidade da empresa, assim como a situação financeira, no período de um ano. Deve ser produzido com rigor e exatidão, para que isso auxilie no controle do patrimônio. Ao analisar esse relatório, também dá para verificar a capacidade de endividamento, a lucratividade e a projeção de crescimento. Assim, fica mais fácil tomar decisões e criar planos de ação embasados no que a empresa precisa para se destacar no mercado. 

Quando fazer o Balanço Patrimonial?

Esse documento contábil deve ser elaborado no exercício social, que vai de janeiro a dezembro, e apresentado até o final do mês de abril do ano seguinte.  Tal determinação, no entanto, pode sofrer algumas alterações – foi o que aconteceu em 2020, quando o prazo se estendeu até julho, em razão da pandemia do novo coronavírus.  Por isso é importante consultar a situação todos os anos, tirar dúvidas com o seu contador e manter os registros sempre atualizados. Isso evita correria e diminui os erros na hora de entregar o documento.  Do mesmo modo, o dono de um negócio pode esperar até que esse balanço seja positivo com vistas a expandir seu negócio.

Qual a estrutura do Balanço Patrimonial?

O Balanço Patrimonial exibe a data de início e de fim da coleta de dados, informando ativos, passivos e o Patrimônio Líquido da empresa.  Claro, nesse ponto é importante saber o que todos esses termos significam:

O que são ativos?

Ativos são os bens da empresa como imóveis, veículos, máquinas, softwares e equipamentos de escritório. Como você sabe, todas essas posses podem ser vendidas e convertidas em dinheiro. Nesse caso, o valor vai direto para o caixa da empresa. Também se classificam como “ativos” as dívidas a receber, que, neste caso, é tudo aquilo que a empresa tem direito a receber de terceiros, assim como os investimentos financeiros e os títulos públicos e privados.

O que são passivos?

Já os passivos são as dívidas como pagamento de empréstimos e gastos obrigatórios como pagamento dos salários dos funcionários ou de prestadores de serviço. Também se enquadram nessa categoria os impostos municipais, estaduais e federais; o valor das contas de água, luz e internet; e o pagamento de fornecedores. Ou seja, todas as despesas e as dívidas adquiridas para garantir o funcionamento regular da empresa se enquadram como “passivos”. 

E Patrimônio Líquido, o que é?

O Patrimônio Líquido é a diferença entre os ativos e os passivos, ou seja, é o dinheiro com o qual a empresa pode contar para aplicar na expansão dos negócios. Permite entender se, ao se desfazer dos ativos, dá para cobrir todas as dívidas ou se essas obrigações já superam o patrimônio da empresa. Pode ser entendido como o capital da empresa e, portanto, pode ser utilizado para alugar novas instalações, contratar pessoal ou modernizar máquinas e equipamentos. Esse montante também pode ser usado para aumentar a reserva financeira, o que dá certa tranquilidade ao gestor. Isso também ocorre quando ele aposta em novos investimentos financeiros. O Patrimônio Líquido ajuda a empresa a saber se será capaz de pagar suas dívidas, caso haja necessidade de quitar todas de uma vez. Se os ativos forem maiores que os passivos, pode ser um sinal de que a empresa não vai lá “muito bem das pernas” e talvez seja hora de tentar renegociar dívidas e pagamentos com fornecedores. Tal indicador, portanto, evidencia a situação financeira da empresa em um determinado momento, levando em conta seu patrimônio. É uma visão estática que, no entanto, permite entender como os ativos e os passivos podem afetar o patrimônio da empresa.

O que analisar no Balanço Patrimonial?

Ao analisar o Balanço Patrimonial, é importante observar se o Patrimônio Líquido da empresa é favorável. Até aí tudo bem, certo? Além disso, vale olhar se dá para arcar com o ônus de algum investimento até que ele comece a dar lucro. Como permite analisar a capacidade de expansão da empresa, esse relatório ajuda a elaborar boas projeções. Além disso, auxilia no momento de  decidir se é hora de expandir o negócio ou de apostar em um novo segmento.

Gostou deste post sobre Balanço Patrimonial? Então, continue acompanhando o nosso blog e se mantenha bem-informado sobre o assunto!

Baixe nosso aplicativo

É por meio dele que te ajudaremos em todos os passos da sua jornada empreendedora!

Quer abrir sua empresa?

Conheça o nosso passo a passo para abrir sua empresa! Sua jornada empreendedora será acompanhada desde o primeiro passo!

Precisa de contabilidade?

Um time de contadores especialistas dedicados a ajudar e orientar em toda sua gestão financeira! Saiba como contratar a Óbvia!

Envie sua mensagem!
Dúvidas? Envie uma mensagem!